You are currently browsing the tag archive for the ‘eu’ tag.

São seus braços, suas pernas, seu pescoço, seus olhos, sua boca. É você. É o seu corpo que o espelho mostra. Ele não teria como mentir, você pensa e acredita. E imita o que vê. Insiste na cópia. Cópia de si mesmo, mas ainda assim, uma cópia. Versão tão igual e tão falsa do que quer ser real, mas não consegue. Realidade. Que definição dar a essa palavra? Você não sabe, nem quer saber. Entrega-se então a uma viagem mental pelas entranhas: músculos cansados; ossos fracos; dois pulmões vazios à procura de ar; um estômago cheio daquilo que não presta; um coração querendo bater, querendo viver as delícias da sua idade. Intensa idade. Intensidade. Aquilo que não larga nunca as suas pernas, como uma sombra insistente. É um pedaço seu, um fardo, na verdade. Quase um karma. Que não lhe deixa quase ser. Por mais que o ser total seja irreal. Ele é. E sendo, ele pode. E vai.

Você é como eu. Somos iguais.

agosto 2017
S T Q Q S S D
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

categorias

contando

  • 9,835 clicks